Curiosidades sobre a Babilônia

Curiosidades sobre a Babilônia

Curiosidades sobre a Babilônia

Cidade mais conhecida da região da Mesopotâmia, a Babilônia é, segundo muitos historiadores, o berço da civilização pelos grandes avanços sociais, econômicos, políticos e culturais. Os primeiros povos mesopotâmicos chegaram há mais de 5.000 anos atrás das montanhas da Ásia central à procura de territórios férteis próximos aos rios, para fixarem moradia. Por volta do século XIX a.C., os amoritas derrotaram os sumérios e acádios que dominavam a Mesopotâmia. Oriundos do sul do deserto árabe, construíram a cidade-Estado de Babilônia, formando o Primeiro Império Babilônico. Continue lendo para ver algumas incríveis curiosidades sobre essa que é considerada a primeira grande civilização do planeta!

Quer passar férias incríveis em qualquer lugar do Brasil? Confira agora os melhores aluguéis de temporada em qualquer época do ano!

Aventuras na História · Perto dos deuses: conheça os impressionantes  zigurates da Babilônia

Confira curiosidades sobre a Babilônia

Qual a origem do nome?

O nome da cidade provém do grego e, segundo alguns historiadores, significa “porta dos deuses”.

Onde era a Babilônia?

A Mesopotâmia, que em grego quer dizer "terra entre rios", situava-se entre os rios Eufrates e Tigre, onde hoje é o Oriente Médio. Esta histórica cidade foi a antiga capital da Suméria, na Mesopotâmia, que hoje corresponde ao território do Iraque.

Megacidade da Antiguidade

No seu auge, estima-se que a cidade de Babilónia ocupava entre 950 e 975 hectares, segundo alguns historiadores, o que torna Babilônia o maior conjunto de ruínas da Antiguidade mesopotâmica. Já a estimativa do número de habitantes, segundo conta a história, é praticamente impossível de ser feita. Segundo alguns autores, é provável que mais de 100 mil pessoas viveram na região em seu apogeu. Por conta disso, a Babilônia pode ser considerada a primeira megacidade da história.

Babilônia: significado, origem, civilização e destruição

Qual língua os moradores falavam?

As pessoas que habitavam a cidade falavam línguas semitas, que era um conjunto linguístico do qual fazem parte o hebraico e o árabe.

Maravilha do mundo antigo

Os jardins suspensos da Babilônia já foram considerados uma das sete maravilhas do mundo antigo. Segundo a história, eles foram um presente do rei Nabucodonosor à sua esposa. Os jardins continham berinjelas, cebolas, pepinos e várias árvores frutíferas.

Olho por olho, dente por dente

Houve uma compilação de leis escritas e aprovadas por Hamurabi chamado de Código de Hamurabi. O aprovador foi o sexto rei da cidade. Essa é a legislação preservada mais antiga que conhecemos. Foi lá que surgiu o “olho por olho, dente por dente”. O Código Hamurabi foi impresso em uma grande tabuinha de pedra no meio da cidade. Era um lugar aberto para que todos pudessem olhar.

Liberdade para as mulheres

Por incrível que pareça, a Babilônia era um lugar relativamente liberal para as mulheres. Por lá era permitido que elas fossem sacerdotisas, o que não acontecia em diversas sociedades da época. Além disso, elas eram livres até para montar seu próprio negócio, algo inimaginável em outras regiões do planeta na época.

Pioneirismo

O conceito de contrato de venda partiu da Babilônia. Eles também introduziram a ideia de selar um contrato, as joias e serviram como base para leis aplicadas até hoje em diversas partes do mundo, graças ao Código Hamurabi.

Beroso: sacerdote da Babilônia que fundou Escola de Astrologia na Grécia -  Renova Mídia

Gostou das curiosidades sobre a Babilônia? Compartilhe com seus amigos e familiares e façam juntos uma viagem inesquecível! Quer alugar casas, apartamentos ou chácaras pelos melhores preços em todo o Brasil em qualquer época do ano? Encontre tudo isso e muito mais no Casa Temporada!

Anunciar Aluguel Temporada

Veja como é fácil anunciar


Carregando sugestões