Rio de Janeiro: as melhores praias, onde comer, o que fazer e muito mais da Cidade Maravilhosa

Rio de Janeiro: as melhores praias, onde comer, o que fazer e muito mais da Cidade Maravilhosa

Rio de Janeiro: as melhores praias, onde comer, o que fazer e muito mais da Cidade Maravilhosa

A cidade do Rio de Janeiro é de longe a mais conhecida do Brasil no restante do mundo. Famosa por possuir um povo alegre, apaixonado por sol, futebol, praia e carnaval, a cidade maravilhosa vai muito além disso, já que tem também muita história para contar. Tornar-se sede da colônia, abrigo da corte portuguesa e depois capital do Brasil foi fundamental para que não apenas a própria cidade como o país todo se desenvolvesse em diversos aspectos.

O Rio de Janeiro tem um pouco de cada canto do Brasil, concentrando em um só lugar tudo o que uma das maiores cidades do mundo é capaz de oferecer: milhares de restaurantes, peças de teatro, passeios para todos os gostos culturais, uma agitada e rica vida noturna, ótimos locais para fazer compras, áreas arborizadas e calçadões ao ar livre para caminhadas e, principalmente, tem algumas das praias mais incríveis do planeta. Confira agora um guia completo sobre os melhores locais, onde comer e o que fazer no Rio de Janeiro!

Veja aqui os melhores e mais baratos aluguéis de temporada na cidade do Rio de Janeiro!

Quando ir ao Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade que pode ser conhecida o ano inteiro. A alta temporada acontece nos meses de verão e principalmente entre o Ano Novo e o Carnaval, quando blocos de rua dominam as ruas da cidade. O verão é perfeito para curtir as praias do Rio de Janeiro, mas é importante lembrar que o calor é sempre presente na cidade, por isso você com certeza por aproveitar o melhor da cidade em qualquer época do ano!

Covid-19: casos e mortes caem quase 30% no Rio de Janeiro | VEJA

Os melhores passeios no Rio de Janeiro

A capital do estado do Rio de Janeiro tem atrações para todos os gostos e idades. O mais famoso ponto turístico do Rio é claro que é o Cristo Redentor. O local foi incluído como uma das novas sete maravilhas do mundo.

Quem gosta de passeios históricos, trilhas em meio a florestas, admirar lindas paisagens, tomar uma cerveja e curtir um mergulho no mar com amigos ou qualquer outra atividade que você imaginar, pode ter certeza que o Rio de Janeiro vai te oferecer isso e muito mais! Confira abaixo um guia completo sobre o que fazer no Rio de Janeiro!

Centro do Rio de Janeiro

Para amantes de história e cultura, o Centro do Rio de Janeiro é o lugar certo para começar seus passeios. Bem na região central da cidade está localizada a Biblioteca Nacional e o Theatro Municipal, duas atrações com visita guiada e que permitem conhecer um pouco da história da cidade, além de serem locais muito bonitos de se apreciar. O Centro Cultural Banco do Brasil também fica na região e sempre conta com novas exposições. Na região portuária está localizado o Boulevard Olímpico, com lindos murais de grafite, o incrível Museu do Amanhã, que é um ótimo passeio para se fazer com crianças por ser educativo e interativo, o Museu de Arte do Rio e o AquaRio, um oceanário que permite conhecer animais marinhos — outro local muito bacana para levar os filhos e toda a família.

Theatro Municipal do Rio: aulas online de graça toda semana | Exame

Ainda na região central do Rio de Janeiro estão localizadas a Igreja da Candelária, o Mosteiro de São Bento, a Catedral da cidade, a Escadaria Selarón e os Arcos da Lapa, que ficam no bairro da Lapa — ideal para quem quer curtir a vida noturna depois de alguns passeios pelo centro da cidade.

Os arcos da Lapa são um meio de passagem do bondinho que leva ao Bairro de Santa Teresa, uma área boêmia muito charmosa, com vistas lindas da cidade. 

Cristo Redentor

Deixando um pouco o Centro do Rio de Janeiro você poderá visitar a maior atrações da cidade: o Cristo Redentor. Conhecida como um símbolo do Brasil em todo o planeta, a estátua tem 30 metros de altura e 8 metros de pedestal. Inaugurado em 1931, ele está localizado no alto do Morro do Corcovado, com 710 metros de altura, e em meio à maior floresta urbana do mundo, a Floresta da Tijuca. Lá de cima você pode presenciar uma das vistas mais bonitas no mundo, sem o menor exagero. O mais incrível é que este é um local apreciado não apenas por religioso, mas também do público geral por toda a história que representa em nosso país, além de ser também considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno e um patrimônio da Unesco.

Rio de Janeiro reabre pontos turísticos; entenda | Segue Viagem

A visão 360° permite apreciar diversas atrações e pontos de interesse da cidade maravilhosa, entre eles o Pão de Açúcar, a ponte Rio﹣Niterói, o Maracanã e diversas praias da cidade do Rio de Janeiro. Uma boa dica antes de subir até o Cristo Redentor é consultar a previsão do tempo na cidade, já que com céu aberto a vista é muito melhor. Tente ir de manhã para aproveitar o local com maior liberdade e sem tanta lotação, apesar de que, se você pretende viajar em alta temporada, será quase impossível conhecer algum dos principais pontos turísticos da cidade em certa tranquilidade.

Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro e do Brasil, conhecido em todo o mundo por sua beleza magnífica, além de ser um passeio imperdível para quem visita o Rio de Janeiro pela primeira vez. Localizado no bairro da Urca, às margens da Baía de Guanabara, o morro batizado de Pão de Açúcar em conjunto com o Morro da Urca oferece uma das vistas mais lindas da cidade e faz parte do patrimônio da Unesco na cidade.

Bondinho Pão de Açúcar

Em 1912, foi inaugurado no local o primeiro teleférico do Brasil. O bondinho realizava o trajeto de 538 metros entre a Praia Vermelha e o Morro da Urca. Um ano mais tarde, foi inaugurado um segundo trecho, entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar, que tem 396 metros de altura. Hoje, mais de 100 anos depois do início de suas operações, os bondinhos foram modernizados e permanecem realizando o mesmo trajeto. Cada bondinho tem capacidade para até 65 passageiros e a velocidade do veículo é suave durante o passeio, ideal para apreciar o visual com calma. 

Do alto dos morros, os visitantes podem admirar uma incrível vista em 360º da cidade do Rio de Janeiro. Se você der sorte de pegar o tempo aberto, poderá ver desde a praia de Copacabana e Ipanema até o Cristo Redentor, Ponte Rio﹣Niterói e a Pedra da Gávea. 

Muitas pessoas preferem visitar o local no fim da tarde, assim assistem ao anoitecer e depois os edifícios da cidade se iluminando, um espetáculo a parte. A estrutura em ambos os morros é muito boa, com lojas, lanchonetes, bancos para descansar, área para eventos particulares e até shows de música. Os preços dos produtos no alto do morro não são baixos, por isso preste bastante atenção.

Não há uma estação de metrô muito próxima ao Bondinho, apenas a do Botafogo, a cerca de 2 km de distância. Sendo assim, para chegar ao Bondinho, você pode ir até a estação Botafogo e depois pegar o ônibus SP513 Urca ou complementar esse trajeto com um táxi ou Uber.

Jardim Botânico

Inaugurado no século XVIII por D. João VI, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi criado com o propósito de aclimar plantas originárias de outras partes do mundo ao clima local. Ao mesmo tempo que servia como área de pesquisas, o jardim também se desenvolveu como área de lazer, sendo que até hoje tem ambas as funções ativas, a parte científica e de entretenimento. O parque abriga dezenas de espécies de plantas e é considerado um refúgio verde no meio da cidade. Ali é possível escutar sons de pássaros, sentir um ar mais puro e relaxar sossegado aproveitando das sombras de árvores. Na propriedade do Jardim Botânico, na área gratuita, estão ainda o Sítio Arqueológico Casa dos Pilões, a antiga Fábrica de Pólvora e o Museu do Meio Ambiente. 

Conheça o Jardim Botânico do Rio de Janeiro - Blog Brasil Brokers

Museu do Amanhã

Construído na Praça Mauá e inaugurado em 2015, o Museu do Amanhã é uma das atrações mais interessantes da cidade, localizado na zona portuária do Rio de Janeiro. Sua arquitetura inovadora foi projetada por Santiago Calatrava e conta com uma vista muito bonita, às margens da Baía de Guanabara. A exposição permanente do museu aborda temas atuais, especialmente voltado para as mudanças que aconteceram no passado recente e devem acontecer nas próximas décadas no mundo, no que diz respeito às mudanças climáticas, crescimento populacional, avanço da tecnologia e uso de recursos naturais.

Museu do Amanhã, Rio de Janeiro, Brasil | HiSoUR Arte Cultura Exposição

Com um acervo bastante interativo e uso de elementos audiovisuais, o museu tem a participação de diversos profissionais das mais diferentes áreas, explorando temas pertinentes a essas mudanças que ocorrem no mundo, as perspectivas para os próximos anos e as ações necessárias para que o futuro seja sustentável e a população cada vez mais consciente de seu papel.  O local tem entradas limitadas para permitir o melhor aproveitamento de seus visitantes. O ingresso pode ser comprado online ou no próprio museu. É possível também comprar o tíquete em conjunto com o MAR (Museu de Arte do Rio), que fica na mesma região.

Pedra do Arpoador

A Pedra do Arpoador, localizada em um dos extremos da Praia de Ipanema, é o local mais conhecido do Rio de Janeiro para apreciar o pôr do sol. O local oferece um visual muito bonito do Morro Dois Irmãos durante o entardecer e reúne uma enorme quantidade de pessoas nesse horário do dia, por isso é muito importante ocupar o seu espaço bem antes do pôr do sol se quiser realmente aproveitar o momento. O local não conta com muita estrutura, mas sentar-se em algum ponto da pedra e desfrutar de uma das mais belas paisagens naturais é um programa que não pode ficar de fora do seu roteiro no Rio de Janeiro.

Por do sol no Rio de Janeiro: os 5 mais imperdíveis e como chegar | S2RIO

Forte de Copacabana

Localizado na Praia de Copacabana, próximo de Ipanema, o Forte de Copacabana foi construído com a intenção de proteger a Baía de Guanabara entre os anos de 1908 e 1914. O forte possui canhões capazes de atingir um alvo a 23 km de distância e possuía uma usina a diesel que fornecia energia ao bairro de Copacabana. Hoje o local abriga o Museu do Exército e suas exposições, voltadas especialmente a preservar a história e tradições do Exército Brasileiro. Seu acervo possui mais de 15 mil peças, entre elas armamentos militares e uma mecha de cabelo de Napoleão Bonaparte. Além disso, o local também possui uma unidade da tradicional confeitaria Colombo. É um lugar belíssimo para fazer uma refeição ou tomar um café, curtindo ao mesmo tempo o visual de Copacabana e do Pão de Açúcar! Vale a pena o passeio! 

Forte de Copacabana – Wikipédia, a enciclopédia livre

As melhores praias do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro tem o privilégio de contar com algumas das mais belas praias do mundo, sendo um atrativo para turistas de todo o mundo. Algumas delas possuem uma água um pouco gelada, mas o calor da cidade equilibra as coisas, tornando um simples mergulho no mar carioca em algo inesquecível. Um ponto a favor das praias é que no Rio de Janeiro dificilmente faz frio. Ou seja, em qualquer época do ano é possível aproveitar as belezas das praias do Rio de Janeiro!

Praia de Copacabana

A praia mais famosa do Brasil é também um dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro. A Praia de Copacabana oferece aos visitantes águas esverdeadas e geladas, que se tornam um convite diante do quase sempre presente calor da cidade. Sempre muito movimentada, Copacabana é cumprida e tem uma longa faixa de areia, que durante o verão fica lotada de pessoas. O calçadão, feito com pedras portuguesas pretas e brancas, é outro marcante símbolo do local. Ao longo da praia há vários quiosques, muitas pessoas praticando esportes, vendedores ambulantes e uma ciclofaixa. Vale muito a pena reservar um momento da viagem para passear pelo local, andar de bicicleta e refrescar-se com uma água de coco apreciando o visual para o mar. Outra dica é tirar fotos com a estátua de Carlos Drummond de Andrade, na altura do posto 6. 

Praias do Rio de Janeiro: um giro pelas estrelas da zona sul

Praia de Ipanema

Outro local muito badalado do Rio de Janeiro é a praia de Ipanema, frequentada por artistas, jovens, turistas e moradores que aproveitam seu calçadão para a prática de exercícios. A praia do bairro nobre é um dos points da cidade quando o assunto é curtir o mar e tem uma parte destinada ao público LGBT+. As condições do mar dependem do período, mas muitas vezes o mar é tranquilo, com ondas fracas. Por lá, você encontra quiosques que oferecem petiscos, vendedores ambulantes oferecendo o famoso mate ou biscoito Globo e locais para aluguel de bicicleta — uma ótima maneira de percorrer as redondezas.

Praia de Ipanema - Rio de Janeiro - Um pouco mais sobre o lugar!

Praia do Leblon

Considerada uma extensão da praia de Ipanema, o Leblon também está localizado em uma área nobre da cidade. É uma região tranquila, mais vazia do que a vizinha Ipanema, com quiosques e muitas pessoas praticando esportes. É uma opção de passeio legal para famílias com crianças, principalmente durante a semana, quando o público é menor. 

Do Leme ao Pontal: Praia do Leblon – Orla Rio

Barra da Tijuca

A Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, é um bairro extenso, novo, com um mar muito bonito. A praia do bairro é ótima para praticar esportes, e ao longo de sua extensão há vários quiosques. Durante os dias de semana, o movimento nas praias é bem tranquilo, ideal para quem não gosta de praias tão cheias. Já no fim de semana as areias ficam bem mais movimentadas, mas continuam sendo uma ótima alternativa para curtir o mar.

Barra da Tijuca, um dos bairros mais completos para se morar no Rio -  Diário do Rio de Janeiro

Os melhores restaurantes do Rio de Janeiro

Como toda grande cidade, o Rio de Janeiro conta com ótimas opções e muita variedade quando o assunto é gastronomia. A cidade não tem uma comida típica específica, mas são famosas por lá as casas de sucos como Polis Sucos ou Bibi Sucos, que oferecem bons preços e vendem excelentes sucos naturais. É claro que frutos do mar e peixes são opções sempre presentes nos cardápios dos turistas, mas a feijoada e o picadinho também são pratos tradicionais, assim como o Biscoito Globo e o mate vendido nas praias.

É de babar: 10 restaurantes na Zona Sul do Rio para conhecer - Praia Ipanema

Para quem gosta de carne, uma boa opção na cidade é o CT Boucherie, bistrô do chef Claude Troisgrois, que conta com rodízio de acompanhamentos e um preço mais acessível nos almoços de dias úteis. Se você gosta mais de rodízio de carnes, duas alternativas certeiras são a churrascaria o Fogo de Chão e o Marius Degustare.

No Centro da cidade, o maior destaque vai para a Confeitaria Colombo, que existe desde 1894. A casa serve doces, salgados, almoço e lanches. Na mesma região, o Santo Scenarium rende um bom almoço e tem pratos fartos. O restaurante Fazenda Culinária funciona dentro do Museu do Amanhã, bacana para almoçar pratos deliciosos e de quebra apreciar uma vista incrível! Se gostar de comida nordestina, visite a Feira de São Cristóvão!

Salão principal do restaurante marius Degustare - Rio de Janeiro | Rio de  janeiro, Mar rio de janeiro, Rio

Em Botafogo, o restaurante Joaquina Bar & Restaurante serve diversos tipos de petiscos e pratos fartos. No mesmo bairro também fica o charmoso Bistrô Miam Miam, boa opção para um jantar refinado a dois.

Gostou das dicas sobre as melhores praias, onde comer e o que fazer no Rio de Janeiro? Compartilhe com seus amigos e familiares e façam juntos a melhor viagem das suas vidas! Encontre aqui os melhores e mais baratos aluguéis de temporada na cidade do Rio de Janeiro!


Anunciar Aluguel Temporada

Veja como é fácil anunciar


Carregando sugestões