O que fazer em Puerto Iguazú: a famosa terra das cataratas argentinas

O que fazer em Puerto Iguazú: a famosa terra das cataratas argentinas

O que fazer em Puerto Iguazú: a famosa terra das cataratas argentinas

Saiba quais são as principais atrações dessa cidade internacional e tire suas dúvidas sobre o assunto. 


Crédito da imagem: gotravelyourself.com


Para quem nunca visitou terras internacionais e sente um pouquinho de medo em viajar para fora do Brasil, se aventurar no território argentino pode ser um grande ponto de partida. 

Afinal, Puerto Iguazú é uma cidade argentina que faz divisa direta com o Brasil e é possível chegar em Foz do Iguaçu com uma breve viagem de carro de vinte minutos. 

O mais legal de tudo é que você nem precisa ficar hospedado na Argentina. Para deixar tudo mais fácil, é possível encontrar um Aluguel de Temporada na cidade paranaense e fazer os passeios para Puerto Iguazú facilmente. 

Para que você possa programar a sua estadia com calma, é importante saber o que fazer em Puerto Iguazú, deixando o passeio por esse território internacional ainda mais tranquilo.

Pensando nisso, o blog do Casa Temporada trouxe uma série de dicas para que você possa conhecer a famosa terra das cataratas argentinas e curtir todas as opções de passeios.

Pronto para conferir? Leia o artigo até o fim!


O que fazer em Puerto Iguazú?

Chegou a hora de conferir os principais passeios da cidade argentina. Trouxemos 08 dicas de atividades para que você curta a sua viagem com muita imersão cultural. Vamos lá?

1. Visitar uma das Maravilhas da Natureza

Sem dúvida, a melhor atração de Puerto Iguazú é o Parque Nacional Iguazú, que conta com as incríveis cataratas argentinas.

Há quem diga que esse lado das cataratas é ainda mais bonito do que o território brasileiro, então com certeza a visita vale a pena!

Reserve pelo menos um dia inteiro para esse passeio, pois o parque é bem grande e existem várias opções de caminhos e trilhas para deslumbrar a natureza.

O preço da entrada varia bastante entre argentinos, brasileiros, adultos e crianças. Mas em geral, os moradores do Mercosul (adultos) pagam em torno de 640 pesos argentinos pelo ingresso (aproximadamente R$60,00).

Não esqueça que a bilheteria só aceita peso argentino (nada de real), então, já vá com o dinheiro trocado. Se você preferir, também pode pagar com cartão de crédito, mas pode ser que tenha alguns encargos com compras internacionais (além disso, o cartão precisa estar habilitado para esse tipo de uso). 

Uma dica que vale ouro é: tente chegar bem cedo, assim que o parque abrir (por volta das oito da manhã)! Caso contrário, você pode esperar por horas na fila do trem para chegar até a Garganta do Diabo, por exemplo.

É claro que pegar o trem não é obrigatório, mas vai te poupar uma longa caminhada. Só não esqueça de reservar a senha assim que chegar no local de embarque. 


Quais são as atrações do Parque Nacional Iguazú


Trilha Verde, Passeio Superior e Inferior;

Passeio com trem;

Visita à famosa Garganta do Diabo.

Todas os passeios citados estão inclusos no valor do ingresso. Mas também existem atividades opcionais que podem ser realizadas, como:

Almoçar nos restaurantes internos (existem várias opções);

Fazer um passeio náutico;

Curtir um luau no parque – que é muito incrível, principalmente em lua cheia!


Dentre todas as opções, a visita à Garganta do Diabo acaba sendo uma das mais requisitadas e é quase impossível tirar uma foto decente no local. Ele geralmente está cheio de turistas de todo o mundo, além de muitos brasileiros.

Se você fizer a visita em uma época mais quente, como no verão, leve bastante água e até um repelente, pois os insetos podem te incomodar.

Caso você queira comprar no local, é totalmente possível. Só saiba que o preço vai ser um tanto quanto “salgado”.


 

Cataratas argentinas

Crédito da imagem: ztevetevans.wordpress.com


2. Se deliciar com uma boa Parrilla

Para os amantes de gastronomia e aqueles que se deliciam com uma boa comida, passar pelo território argentino sem provar uma Parrilla Argentina está totalmente fora de cogitação!

O famoso churrasco argentino conta com carnes saborosas e algumas guarnições de acompanhamento.

Embora não se compare ao tradicional churrasco brasileiro, tem todas as suas particularidades e vale a pena experimentar!

A maioria dos restaurantes estão localizados na avenida principal, a mesma que vai para as cataratas. Para deixar o clima ainda mais exótico, os locais contam com música ao vivo no almoço e no jantar, tornando a experiência ainda mais incrível!

Uma dica bem legal é conhecer o restaurante Chin Chullin, que fica na avenida principal. Ele é bem típico e sempre está lotado de argentinos, servindo uma Parrilla deliciosa!


 

Parrilla argentina

Crédito da imagem: tripadvisor.com


3. Conhecer o Marco das Três Fronteiras

Que tal ir até a Tríplice Fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai?

A atração conta com um monumento representativo para os países e estrutura pronta para o turismo, incluindo: uma feirinha de artesanato, banheiros e paradas de ônibus.

O local é separado por um rio e ver o pôr do sol de lá é um dica muito interessante (principalmente para quem ama um sunset).

Todos os dias, no período entre oito e dez horas da noite, também acontece um show de luzes, que dura cerca de 10 minutos e atrai bastante turistas.

Se você gosta de passeios assim, é uma excelente opção para visitar em Puerto Iguazú.


 

Marco das três fronteiras

Crédito da imagem: fórum.skyscraperpage.com



4.Ir ao Ice Bar (bar de gelo)

Os turistas adoram visitar o Ice Bar quando estão em Puerto Iguazú. Ele funciona como open bar normal, só que com as temperaturas congelantes!

Você só pode ficar lá dentro por 30 minutos e deve usar um casaco especial, que aguenta o frio com a intensa temperatura negativa.

Dentre as bebidas servidas, você pode aproveitar a vodca e o whisky, além de uma variedade de drinks diferenciados.

A entrada custa 450 pesos (em torno de R$42,00), e é interessante que você tenha dinheiro em espécie para pagar ou compre o ingresso em alguma agência turística local. 


 

Ice Bar

Crédito da imagem: waterlootravel.com


5.Aproveitar o Duty Free Shop

O Duty Free Shop é o verdadeiro paraíso das compras! A loja é conhecida em todo o mundo e conta com vários setores diferenciados: decoração, roupas, cosméticos, bebidas, brinquedos, eletrônicos e uma série de opções.

Eles são bem maleáveis com as formas de pagamento, e você pode pagar suas compras até em real ou cartão de débito ou crédito.

Mas lembre: devido às taxas, o pagamento em dinheiro ainda acaba valendo mais a pena. 


6. Comprar vinhos, alfajores e chocolates

Para aqueles que adoram trazer souvenirs dos lugares que visitaram, nada melhor do que um bom vinho e um alfajor argentino para lembrar da viagem.

Além de serem muito baratos, costumam ser de ótima qualidade, causando uma excelente impressão a quem recebe.

Para você ter ideia, os vinhos não são vendidos apenas em garrafas de vidro. Alguns vem em embalagens de papelão como se fossem “caixinhas de leite”. 

E o valor? É o que nos deixa ainda mais impressionados!

Você consegue comprar vinhos a partir de 50 pesos (em torno de R$ 5,00) e existem opções para todos os gostos!

Os alfajores também são um dos mais queridinhos... a partir de 20 pesos (aproximadamente R$2,00) você já consegue comprar um alfajor de qualidade e que chega a dar água na boca.

Muitos gostam de aproveitar a ida para comprar o delicioso chocolate Milka, que costuma ter um preço mais caro aqui no Brasil. Em Puerto Iguazú, você paga 120 pesos (em torno de R$12,00) por uma barra de chocolate bem diferenciada e com recheios nada convencionais. Para os amantes de chocolate, vale a pena!


 

Vinho argentino

Crédito da imagem: casacomida.com



7.Tentar a sorte em um cassino

Já que no Brasil não é permitido, que tal tentar a sorte em um cassino argentino?

Para entrar no cassino, lembre que uma roupa mais adequada é indicada (nada de ir de chinelos e bermuda) e que você sempre deve apresentar o seu documento com foto – pode ser RG com menos de 10 anos de expedição ou seu passaporte dentro da validade.

Além de toda a atmosfera diferenciada, os cassinos geralmente contam com drinks e shows, e o mais badalado da cidade é o Iguazu Grand Resort Spa & Casino.


8. Conhecer a cultura local na feirinha de Puerto Iguazú

Conhecida como “La Feirinha de Puerto Iguazú”, essa feira local conta com uma variedade de produtos típicos e é ótima para comprar lembrancinhas para os familiares.

Afinal, quem é que não gosta de trazer souvenirs para casa, não é mesmo?

Lá você encontra: vinhos, alfajores, queijos, embutidos, azeitonas e temperos. Um mais delicioso que o outro!

Os preços dos alfajores, por exemplo, tendem a ser mais em conta do que nos mercados, e você consegue comprar uma caixa com 12 unidades por 220 pesos (em torno de R$20,00).

A feira é bem pequena, mas sempre está cheia de turistas de todo o mundo. 

Programa-se, diferente de outras feirinhas mundiais, essa abre apenas às 16h.


 

Feirinha local em Puerto Iguazú

Crédito da imagem: waterlootravel.com



Dicas finais para Puerto Iguazú:

Se você for de carro, não esqueça de providenciar o seguro Carta Verde para seu veículo;

O seu RG precisa estar em boas condições e com menos de 10 anos da data de expedição; 

Não precisa se preocupar em trocar o seu dinheiro em casas de câmbio brasileiras, você encontra ótimas opções em Puerto Iguazú;

Habilite o cartão de crédito para uso internacional, caso você precise;

Você consegue se virar com um bom “portunhol”, não tenha medo do idioma. Só tenha paciência para tentar entendê-los, os argentinos falam bem rápido;

Você pode se hospedar tanto em Puerto Iguazú quanto em Foz do Iguaçu, mas procure reservar a sua estadia bem antes, pois as cidades são muito procuradas por turistas do mundo todo; 

É claro que sempre devemos ficar espertos, mas cidade é pequena e tende a ser bem segura, então fique tranquilo e curta o passeio!


Gostou do conteúdo de hoje sobre o que fazer em Puerto Iguazú? Continue acompanhando o nosso blog do site Casa Temporada e confira lugares ainda mais interessantes para a sua próxima viagem!


Preços para Aluguel de Temporada

Clique e confira o preço médio