O que fazer em Morretes: um bate volta incrível a partir de Curitiba

O que fazer em Morretes: um bate volta incrível a partir de Curitiba

O que fazer em Morretes: um bate volta incrível a partir de Curitiba

Saiba quais são as principais atrações dessa cidadezinha aconchegante e tire suas dúvidas sobre o assunto. 


 

Crédito da imagem: specialparana.com


Conhecer Morretes é um passeio imperdível para quem está nos arredores de Curitiba, a famosa capital do Paraná. 

Morretes é uma cidadezinha pequena, porém muito aconchegante, que nos remete à tempos históricos e apresenta uma natureza exuberante.

Você pode encontrar um Aluguel Temporada em Curitiba e aproveitar um passeio de bate e volta incrível para aproveitar essa deliciosa cidade.

Pensando nisso, o blog do Casa Temporada trouxe uma série de dicas para que você possa conhecer e saber o que fazer em Morretes. 

Pronto para conferir? Faça a leitura do artigo na íntegra!


O que fazer em Morretes?

Vamos conferir agora as principais atividades para curtir um passeio em Morretes:


1. Descer pela Estrada da Graciosa

O passeio pela Estrada da Graciosa é um item que não pode faltar na sua lista quando o assunto é visitar Morretes. 

Se você não estiver com veículo próprio (carro ou moto), não se preocupe!

Existem vários passeios turísticos saindo de Curitiba. Além disso, você encontra vans e ônibus que vão para lá facilmente.

A distância entre o início da Serra da Graciosa e a chegada na cidadezinha é em torno de 20 quilômetros.

Embora o trajeto possa ser rápido, de até 30 minutos, é muito interessante que você vá curtindo o caminho com calma, porque as paisagens naturais são exuberantes!

Além disso, vale a pena parar nas barraquinhas no meio do caminho e se deliciar com as comidas locais: pastel frito na hora, caldo de cana, coxinha com massa de aipim e uma série de opções coloniais.

Uma dica importante é aproveitar um dia de sol para fazer a visita. Além do clima contribuir para um cenário ainda mais bonito, a estrada de paralelepípedos não se torna tão perigosa quanto em dias chuvosos,  visto que ela é bastante sinuosa.

Saindo de Curitiba, a distância total até Morretes (passando pela fabulosa estrada) é de aproximadamente 72 km, que leva uma hora e meia de viagem.

Um fato bastante legal é que você não precisa pagar pedágio para ir por essa estrada, o que não acontece se você for para Morretes via BR-277.

Além de economizar, com certeza o trajeto será ainda mais atraente e te trará boas lembranças.



Entrada da Estrada da Graciosa

Crédito da imagem: tripadvisor.com


2. Aproveitar o centrinho da cidade

Andar pelo centro de Morretes é uma verdadeira viagem no tempo. Sua arquitetura ainda remete à época imperial, com casarões históricos e barraquinhas típicas.

Ao andar pelo centro (principalmente ao redor do rio principal), você encontra vários casarões. Seja de comércio local, restaurantes ou espaços culturais, toda a arquitetura é muito bem conservada e deixa a cidade com um ar ainda mais peculiar.

No centro você encontra as melhores opções de restaurantes, lembrancinhas e produtos regionais. Aproveite para comprar os seus souvenirs!


  

Centro de Morretes

Crédito da imagem: touron.com


3. Curtir um passeio de trem 

Se você quiser aproveitar ainda mais a Estrada e suas paisagens de cair o queixo, que tal se aventurar em um passeio de trem?

Os trens fazem diariamente o passeio via Morretes-Curitiba, e vice-versa. 

Você pode comprar os bilhetes em algum agência turística local ou diretamente pelo site da Serra Verde Express, responsável pelas viagens.

Na hora de escolher o bilhete, saiba que existem opções para todos os bolsos. 

Os tickets mais baratos são da classe econômica, e custam a partir de R$ 21,00. Para quem é mais exigente, pode optar pela classe turística a R$ 125,00 ou classes ainda mais executivas a partir dos R$ 235,00, como a litorina luxo e a imperial. 

É claro que o preço reflete muito a qualidade: com certeza a experiência entre o ticket econômico e a classe imperial não será a mesma. Mas tudo vale a experiência!

Dependendo da classe escolhida, os benefícios são maiores. Enquanto a classe econômica inclui apenas o bilhete de ida, a turística já possui serviço de bordo, kit lanche, bebida e guia local, além de ser bem mais confortável. 

A partida do trem acontece sempre na rodoviária de Curitiba, às 08:30 da manhã. A viagem é longa e demorada, durando aproximadamente quatro horas.

Geralmente os trens chegam em Morretes próximo da hora do almoço e você pode aproveitar os maravilhosos restaurantes da região para se deliciar com as comidas locais, sobretudo o barreado e a cachaça local (sobre os quais vamos falar no próximo item). 

 

Vista do passeio de trem

Crédito da imagem: travetoparana.wordpress.com


4. Se deliciar com o incrível barreado

Se você ainda não experimentou um barreado, coloque esse item gastronômico na sua lista de viajante!

O barreado é uma receita típica do litoral paranaense, que inclui: carne, temperos, farinha de mandioca e muita habilidade do cozinheiro.

É impossível visitar Morretes e não se aventurar nesse maravilhoso prato. Ele é tão famoso que pessoas de todo o mundo vão até a cidade litorânea apenas para experimentá-lo. Por esse motivo, vai ser normal você encontrar estrangeiros nos restaurantes de Morretes.

Para deixar o passeio ainda mais incrível, opte por algum restaurante que esteja localizado na beira do rio. A vista fica ainda mais exuberante e você consegue eternizar ainda mais momentos da sua viagem.

Para acompanhar o almoço, os restaurantes geralmente servem bananas e cachaças típicas, que deixam o clima ainda mais gostoso. 

Geralmente as opções incluem buffet livre ou rodízio com frutos do mar (principalmente camarão e peixe grelhado). Considerando a atmosfera local, os valores costumam valer a pena, custando a partir de R$ 30,00 (na maioria dos restaurantes). 


 

Barreado

Crédito da imagem: icegas.com


5. Onde comprar lembrancinhas em Morretes

O centro e a feirinha principal com certeza são as melhores opções para quem deseja comprar souvenirs da viagem. 

As opções agradam todos os gostos: tem decoração de madeira e areia, brinquedos educativos para crianças, balinhas de banana e gengibre, melado, cachaça, bijuterias e joias com pedras naturais, pinturas, cerveja artesanal, crochês diferenciados, redes, bonecos e uma infinidade de opções.

Para quem adora comprar comidas típicas e levar para os parentes (como melado, cachaça e doces locais) a feirinha central é a melhor opção.

Para quem deseja objetos mais decorativos, de vestuário ou então comprar joias, indicamos procurar as lojinhas que estão nos casarões em volta do rio. 

Fique tranquilo, tudo fica no centro principal e é impossível você não achar opções!



6. Se aventurar no boia cross

Para aqueles que são mais aventureiros e adoram sentir a adrenalina na pele, um passeio de boia cross pelo rio Nhundiaquara é uma indicação extraordinária!

A atividade é muito divertida, barata e fácil de realizar.

Basta você ir ao Completo Turístico Porto de Cima e escolher um local para alugar as boias. Como eles prezam muito pera segurança do pessoal, os locais também fornecem equipamentos de proteção, que incluem capacete e colete salva-vidas.

Nada de querer dar uma de “super aventureiro” e não utilizar a proteção, isso é proibido!

A atividade é indicada para qualquer um que esteja com bom estado físico e sem problemas preocupantes de saúde. 

O tempo da descida de boia cross depende muito das condições do rio. Em geral, o trajeto dura aproximadamente duas horas e percorre uma distância de três quilômetros. 

Ele acaba sendo muito recomendado se você quer dedicar um tempinho da sua visita para se conectar com a natureza, se divertir e curtir várias paisagens incríveis. 

O valor do aluguel da boia e do trajeto até o ponto de partida é bem acessível, custando em torno de 30 reais.

Aproveite essa oportunidade se você gosta de aventura, natureza e diversão! 



Passeio de boia cross

Crédito da imagem: ecoadventures.com.br


7. Visitar a Igreja de São Benedito

Algumas pessoas adoram passar pelas viagens, tirar fotos e conhecer igrejinhas locais. Você já deve ter conhecido alguém assim, certo?

Pois é, uma visita à Igreja de São Benedito é uma excelente opção nesse caso.

Até para quem não gosta de Igrejas, a São Benedito não passa despercebida. Toda a sua peculiaridade está no design exterior, que remete à época colonial.

É um monumento cheio de imersão história e cultural, pois conta com obras de arte e itens relacionados com a cultura popular e tradição religiosa.

Apesar de nem sempre estar aberta, vale a visita pelo menos para bater uma foto e conferir esse marco da cidade. 


 

Igreja local

Crédito da imagem: tripadvisor.com.mx


8. Conhecer as cachaças típicas da região

Só tem uma coisa que é tão famosa quanto o barreado da cidade de Morretes: a cachaça local.

Para turistas, torna-se quase uma obrigação não experimentar esse item que faz parte da cultura e tradição regional.

A cidade possui algumas fábricas de cachaça artesanal e apresenta várias diversidades para o consumidor. 

Muitas delas são tão bem feitas que parte da produção segue para países do exterior, incluindo os Estados Unidos. 

Se você se contentar em apenas experimentar, pode fazê-lo em qualquer restaurante local. Já se quiser levar para casa ou presentear alguém, compre uma no centro da cidade.

Existem várias lojinhas que vendem opções desde as mais baratas até as mais diferenciadas, que podem custar até R$ 400,00. 


9. Tomar um sorvete de gengibre

Estranho, não? Mas sorvete de gengibre é muito comum em Morretes.

Além disso, você encontra várias opções de sorveterias artesanais deliciosas na cidade.

Como Morretes é um dos polos gastronômicos mais importantes de todo o estado do Paraná, a qualidade dos sorvetes é impecável! – principalmente na região central. 

Aproveite a oportunidade para provar essa particularidade regional e se deliciar com os sabores do litoral paranaense. 

Como você viu, todos os passeios podem ser feitos a partir de um bate e volta de Curitiba, deixando a sua estadia ou passeio de fim de semana ainda mais tranquilo e agradável. 

Gostou do conteúdo de hoje sobre o que fazer em Morretes? Continue acompanhando o nosso blog do site Casa Temporada e confira lugares ainda mais interessantes para a sua próxima viagem!


Preços para Aluguel de Temporada

Clique e confira o preço médio