Melhores destinos românticos para o Dia dos Namorados

Melhores destinos românticos para o Dia dos Namorados

Melhores destinos românticos para o Dia dos Namorados

 

Não há nada melhor do que fazer uma bela viagem com a pessoa amada, não é mesmo? E com a proximidade do Dia dos Namorados, anualmente em 12 de junho, o blog do Casa Temporada separou para você algumas dicas com os melhores destinos para aproveitar esse dia tão especial junto a quem você ama. Praia, friozinho em lugares aconchegantes e um descanso em meio à natureza te esperam nesses lugares, que podem também ser visitados em qualquer época do ano! Confira abaixo alguns dos melhores lugares para aproveitar o Dia dos Namorados deste ano e surpreenda o seu amor com uma viagem inesquecível!

 

Paraty – Rio de Janeiro

Conhecer Paraty, no Rio de Janeiro, é uma das melhores viagens românticas que o Sudeste brasileiro oferece. Com muita história para contar, quem gosta de apreciar uma arquitetura diferenciada, um Centro Histórico dos mais conhecidos e admirados do Brasil e ilhas paradisíacas encontra tudo isso e muito mais na cidade centenária.

Distante 258 quilômetros da capital Rio de Janeiro, a cidade foi fundada em 1667, e lá se vão mais de 350 anos desde então. A cidade também está localizada a 287 quilômetros da cidade de São Paulo, o que facilita o acesso e transforma a região em um polo muito importante para o país.

Centro Histórico

O Centro Histórico de Paraty é considerado o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso pela Unesco, além de Patrimônio Nacional tombado pelo Iphan. Com ruas charmosas para todos os cantos, é impossível passar pela região sem parar para admirar as construções centenárias. Uma lei fez com que todas as casas fossem levantadas seguindo o mesmo padrão, o que de fato trouxe muita harmonia para a região.

Carros não podem circular pelas ruas, o que faz com que você realmente se sinta no período colonial, além de preservar ainda mais tudo o que há em volta.

Durante muito tempo, os casarões foram residência de muita gente. Hoje, a maioria deles funciona como lojas, pousadas ou restaurantes, o que facilita o acesso aos turistas que querem conhecer por dentro essas construções históricas.

Baía de Paraty

Um dos pontos mais movimentados da cidade, a Baía de Paraty conta com mais de 360 ilhas. As águas da região são majoritariamente verdes e transparentes, o que atrai muitos turistas para um mergulho ou banho de mar.

A melhor forma de conhecer toda essa região é de veleiro, o que possibilita também que você passe a noite em um. Já pensou curtir o Dia dos Namorados nesse clima? É uma experiência inesquecível!

Existem diversas opções de aluguel para passar a noite em um veleiro em Paraty. Uma rápida busca na internet e você encontrará!

Passeio de lancha, escuna e barquinhos também são opções para conhecer a extensa orla de Paraty.

As ilhas do Cedro, da Cotia e a Comprida, e as praias Vermelha, Lagoa Azul, da Lula e dos Vagabundos são algumas das melhores opções para se conhecer na cidade.

Como chegar a Paraty

A cidade está localizada na região conhecida como Costa Verde, e fica praticamente no meio do caminho entre Rio de Janeiro e São Paulo, as principais cidades do Brasil, o que facilita o acesso à cidade por estradas.

Para quem sai do Rio de Janeiro, a melhor rota é pela BR-101, a Rio-Santos. Além de uma pista tranquila, o visual é encantador. Para os que vêm de São Paulo, a BR-116, até Guaratinguetá, é uma boa escolha. Em seguida, os motoristas devem pegar a BR-459. A Rio-Santos também é uma opção, apesar do tráfego ser mais intenso.

Para quem deseja sair do Rio de ônibus, um bom trajeto é o que sai dos aeroportos de Galeão e Santos Dummont até a Rodoviária Novo Rio. Em seguida, você encontrará ônibus diretos até Paraty. O mesmo vale para quem deseja visitar a cidade chegando de avião, já que tanto os aeroportos do Rio de Janeiro quanto os de São Paulo recebem voos diários das principais cidades do Brasil.

 

Campos do Jordão –  São Paulo

A cidade de Campos do Jordão, também conhecida como a “Suíça brasileira”, localizada a 180 quilômetros da capital de São Paulo, é uma das melhores opções para curtir o Dia dos Namorados em todo o estado, especialmente para os casais que gostam de temperaturas mais baixas. Em junho, Campos do Jordão está em alta temporada, o que significa frio intenso e dificuldade em encontrar hospedagens. Por isso, se você deseja visitar Campos no Dia dos Namorados, lembre-se de buscar por uma hospedagem com bastante antecedência.

A cidade costuma atrair turistas do mundo inteiro que buscam um recanto repleto de paisagens naturais maravilhosas, temperaturas baixas e muita tranquilidade. Por lá você encontrará muitos bares, praças e restaurantes em qualquer época do ano, além de diversas opções para os que buscam também um pouco de agito em casas noturnas. Os chocolates quentes e foundue de Campos têm fama em todo o Brasil, por isso, não deixe de experimentá-los!

Também vale a pena visitar o Morro do Elefante de teleférico, que oferece uma das mais belas vistas da região, sendo um ótimo passeio para ser feito com crianças.

Montanhas, bosques e jardins deixam a visita à Campos do Jordão ainda mais bonita, sendo um prato cheio para quem gosta de apreciar as belezas da natureza.

Como chegar a Campos do Jordão

Para quem sai de São Paulo ou Rio de Janeiro, Campos do Jordão é facilmente acessada através de duas das principais rodovias paulistas, a Presidente Dutra e a Carvalho Pinto. O principal acesso de carro ao município é feito pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, a SP-123, que é a continuação natural da Carvalho Pinto.

Para quem deseja chegar à cidade de destinos mais distantes, uma opção é pegar um voo até São José dos Campos, que fica a apenas 80 km de Campos do Jordão. O Aeroporto de Guarulhos, distante 150 km da cidade, também pode ser uma alternativa.

Para viagens de ônibus, há opções saindo de São Paulo, Campinas, São José dos Campos e diversas outras cidades do interior paulista.

 

Petrópolis –  Rio de Janeiro

Fundada em 1843 por Dom Pedro II, Petrópolis, a quase 70 km da cidade do Rio de Janeiro, foi a segunda cidade planejada do país e, ao longo do tempo, se firmou como um dos destinos mais bacanas para se conhecer a dois.

Petrópolis tem de tudo um pouco: natureza exuberante, passeios turísticos repletos de aventura, polo de moda e gastronomia de causar inveja às grandes cidades e muita história para contar.

A cidade oferece um clima ameno a maior parte do ano, mas é durante o inverno que uma neblina deixa Petrópolis ainda mais charmosa. Durante a época do Dia dos Namorados acontece ainda a Bauernfest, uma festa da colônia alemã com desfiles, apresentações e muita comida boa.

O que fazer em Petrópolis

A cidade é também um polo cervejeiro. Sede da Cervejaria Bohemia, a fábrica é aberta para visitações, o que faz com que os amantes da bebida se encantem com o ambiente. Um museu sobre a cerveja é o carro-chefe da visita, que passou a ser realizada em 2012. Os visitantes têm acesso aos maquinários, uma degustação e podem até produzir sua própria cerveja em uma mesa virtual.

Petrópolis tem ainda um Circuito Cervejeiro, que consiste na visitação de diversas outras fábricas da bebida na cidade. Para quem gosta, é um prato (ou copo) cheio!

O Palácio de Cristal, inaugurado em 1884, o Museu Imperial, um dos pontos mais visitados da cidade, a Praça da Liberdade, O Museu de Cera, o Museu Casa de Santos Dumont, o Palácio Quitadinha e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos são alguns dos melhores destinos da cidade e que não podem estar fora do seu roteiro.

Como chegar a Petrópolis

Para quem sai do Rio de Janeiro, a melhor opção é seguindo pela BR-040. No topo da serra, para entrar na cidade, é preciso seguir as placas "via Quitandinha".

Saindo da região de Belo Horizonte ou Brasília, você deve também pode optar pela BR-040 sentido Rio.

Para quem optar por viajar de avião, a melhor opção é pousar na capital carioca e seguir até a cidade carro ou ônibus.

 

Ilha do Mel – Paraná

A encantadora Ilha do Mel, no Paraná, tem diversos atrativos turísticos, especialmente para quem gosta de praia, tranquilidade ou um pouco mais de aventura. O acesso à região só é feito por barco, partindo de Paranaguá e Pontal do Paraná, o que faz com que, em terra firme, não circule nenhum carro.

Com 35 km de praia, sendo a maioria com uma Mata Atlântica densa e pouco explorada, a região é ótima para quem gosta de conexão total com a natureza.

As praias Encantadas e Nova Brasília são as que atraem um maior número de turistas, que encontram nelas uma infraestrutura mais completa, além de campings e restaurantes que oferecem ótimos pratos.

A ilha recebe no máximo 5 mil pessoas por dia, o que funciona como uma maneira de evitar a degradação e manter o local preservado. Longas caminhadas na beira da praia, visita ao Forte Nossa Senhora dos Prazeres, e ao Farol das Conchas, conhecer a Gruta das Encantadas e a Capela de São Francisco são alguns dos passeios que devem ser feitos na Ilha.

Como chegar à Ilha do Mel

O acesso à Ilha é feito por Paranaguá ou Pontal do Paraná, sempre de barco, distantes cerca de 120 km de Curitiba. Para chegar às cidades, o melhor caminho é optar pelas BR-277, PR-407 e PR-412.

Saindo de Pontal, a travessia dura cerca de meia hora e, de Paranaguá, uma hora e meia.

 

Gostou das dicas? Comece já a preparar uma surpresa inesquecível para o seu amor no Dia dos Namorados! Encontre aqui milhares de casas e apartamentos para aluguel de temporada em todo o Brasil.

Preços para Aluguel de Temporada

Clique e confira o preço médio