Além das praias, conheça os melhores passeios de Santa Catarina

Além das praias, conheça os melhores passeios de Santa Catarina

Além das praias, conheça os melhores passeios de Santa Catarina

Que o Estado de Santa Catarina é palco de algumas das melhores praias do Brasil, todo mundo já sabe. Afinal, são 531 kms de praias que atraem turistas de todas as partes do mundo. Mas você sabia que, muito além da areia e do mar do litoral catarinense, Santa Catarina oferece também alguns dos melhores e mais bonitos passeios turísticos do país? Neste post, o blog do Casa Temporada vai mostrar para você os Melhores Passeios em Santa Catarina, assim que não precisa ficar apenas nas praias do estado, mas deseja curtir um ecoturismo, conhecer paisagens deslumbrantes ou aproveitar parques e trilhas que é possível fazer tudo isso e muito mais em Santa Catarina!

Mas é óbvio que você também não pode deixar de aproveitar as praias de Santa Catarina, né? Se nas suas férias não podem faltar aquele mergulho no mar, um futebol ou vôlei de praia com os amigos ou aquela oportunidade para renovar a marquinha do biquini, clique aqui e veja uma lista das melhores praias de Santa Catarina!


Ilha do Campeche


Localizada na região Sudeste de Florianópolis, a Ilha do Campeche passou a ser de fato um ponto bastante explorado pelos turistas há poucos anos. Com águas tão cristalinas que mais parecem com o mar do Caribe, é lá que se encontra um dos mais ricos e preservados ecossistemas do Sul do Brasil, ideal para quem busca um contato intenso com a natureza. 

Considerada por muitos uma das melhores praias de Florianópolis, é necessário salientar que, durante a alta temporada, há um limite de 800 visitantes ao mesmo tempo na ilha.  

Em julho de 2000, a Ilha do Campeche foi tombada como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Ou seja, há quase 20 anos existem regras que visam a preservação do conteúdo histórico e natural da ilha. 

Ao chegar à ilha, os visitantes são recebidos por uma série de monitores, que passam diversas informações sobre a região e algumas regras a serem seguidas, como a proibição de acampar e acender fogueiras na ilha, ou utilizar aparelhos de som na praia. Outro fator importante é que por lá você deve tomar conta muito bem de seu próprio lixo, já que são poucas as lixeiras espalhadas pela ilha. Leve sempre uma sacola para não deixar nada para trás! 

Existe apenas uma opção de alimentação na ilha, que é um restaurante especializado em frutos do mar e que funciona apenas nos meses de maior movimento.

Com cerca de 1,5 km de extensão e 500 metros de largura, a pequena Ilha do Campeche é um dos pontos de maior interesse turístico de Florianópolis. O único trecho de praia da Ilha, conhecido como Praia da Enseada, conta com cerca de 400 metros de extensão e oferece águas cristalinas aos visitantes. 

Com costões que a protegem de ventos e de costas para o mar aberto, as águas desta pequena praia são, na maioria das vezes, calmas e propícias para banho de qualquer pessoa. É comum encontrar cardumes de pequenos peixes nadando entre os turistas. 

Há também a possibilidade de fazer trilhas na Ilha do Campeche, sendo uma terrestre e outra subaquática. O acesso à trilha terrestre deve ser feito sempre com a presença de um monitor. Já a trilha subaquática acontece apenas nos meses de maior movimento na ilha, e nela é possível ver peixes, estrelas do mar e outras espécies aquáticas.


Como chegar à Ilha do Campeche 

O acesso à ilha pode ser feito pela Barra da Lagoa, Praia da Armação ou Praia do Campeche sendo, cada uma, organizada por uma associação com valores e horários diferentes.  

A visitação pode ser feita durante o ano inteiro, diariamente das 9h às 17h, mas há chance de ela ser cancelada devido ao mal tempo, já que o único modo de chegar à ilha é através de embarcações.


Caminho dos Cânions


O extremo Sul do Estado de Santa Catarina oferece uma região que oferece tamanha beleza que é capaz de deixar de boca aberta qualquer amante do ecoturismo. O Caminho dos Cânions, como é chamado, abriga parte do Parque Nacional de Aparados da Serra e da Serra Geral. 

Este parque marca a divisa entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nos municípios de Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande, todos em Santa Catarina, estão os principais cânions da região. 

A cidade de Praia Grande está localizada na parte baixa dos cânions protegidos pelo Parque Nacional. Nela você poderá encontrar uma boa infraestrutura turística, além de cachoeiras, piscinas naturais, enormes penhascos e rios. Um verdadeiro paraíso para os amantes do ecoturismo! Além disso, esportes de aventura são algumas das atividades mais praticadas na região.

O Cânion Fortaleza, o maior da região e um dos maiores do Brasil, está localizado na cidade de Jacinto Machado. Com mais de 1.150 metros de altura e 7,5 km de extensão, ele oferece trilhas utilizadas há séculos por tropeiros, cachoeiras, rios e uma vegetação de tirar o fôlego.

Dica: leve roupas de frio. A região é conhecida por ter temperaturas baixas o ano inteiro, especialmente durante os meses de junho e julho.


Trilhas

Uma das principais atividades para se fazer no Caminho dos Cânions, além de se deslumbrar com as vistas de toda a região, é atravessar as inúmeras trilhas em meio à vegetação local. Confira abaixo duas das principais, que são acessadas a partir da comunidade Costão da Pedra: 

Cânion Fortaleza: uma trilha de cerca de 6 horas de duração pelo interior do cânion, atravessando a mata nativa e o leito do Rio da Pedra, com alguns trechos de elevado grau de dificuldade. 

Mirante do Fortaleza: um trajeto fácil de acessar, mas com duração longa e que leva até o mirante, de onde é possível avistar parte do litoral catarinense e a divisa com o estado gaúcho.

Como chegar ao Caminho dos Cânions

Para quem realizará a viagem de avião, há duas possibilidades de aeroportos que recebem voos diários das principais cidades do Brasil: os de Florianópolis e Porto Alegre. 

Pousar em Porto Alegre pode ser uma melhor escolha por dois motivos: distância e condições da estrada. As pistas da capital gaúcha até o Caminho dos Cânions oferecem melhores condições, além de o trajeto ser de apenas 180 km de distância. 

Chegar via Florianópolis pode ser uma boa opção para quem deseja antes aproveitar as praias catarinenses. Do Aeroporto Internacional da cidade até a região dos cânions são cerca de 320 km, que podem ser percorridos pela BR-101 e, em seguida, pela SC-290 até Praia Grande.


Itapema: Mirante do Encanto


No alto dos 130 metros do Morro do Cabeço, em Itapema, está localizado o Mirante do Encanto. A estrutura, com mais 26 metros de altura, oferece aos visitantes uma vista privilegiada em 360º da Costa da Esmeralda, como é conhecida a enseada de Itapema e Porto Belo. Lá do alto é possível ter uma bela vista das praias da cidade, mas também da serra repleta de mata nativa. 

São mais de 300 m² de área construída no alto do morro, que oferece total estrutura de acesso aos visitantes: há estacionamento para deficientes e banheiros adaptados; elevador panorâmico e acesso por escadas e rampas; praça urbanizada com um playground para as crianças e o tão aguardando mirante, que oferece uma visão panorâmica deslumbrante de toda a região. 

O acesso ao mirante é feito pela Rua 109 do Canto da Praia, e pode ser visitado diariamente, das 8h às 18h (o horário pode variar de acordo com a época do ano). A entrada é gratuita!


Como chegar

O acesso ao Mirante do Encanto é feito pela Rua 109, no Canto da Praia, ao norte do Centro de Itapema. Diversas placas de sinalização mostram o caminho até o Morro onde está localizado o Mirante. A dica é chegar cedo para encontrar um lugar para estacionar o carro, já que não há estacionamento no alto do morro e as ruas costumam ficar lotadas durante o verão.


Penha: Beto Carrero World


Distante 120 km de Florianópolis, o Parque Beto Carrero World, localizado na cidade de Penha, é o maior parque temático da América Latina e recebe cerca de 2 milhões de visitantes todos os anos. Apesar disso, boa parte dos brasileiros ainda não o visitou. Se você é um deles, inclua este passeio no seu roteiro agora! 

Sobre o parque

Algumas pessoas recomendam de dois a três dias de visita para conhecer o parque. Se você possui condições de financeiras e disponibilidade de tempo, essa é realmente a melhor opção, especialmente se houver crianças. O parque é imenso e há muitos brinquedos, shows e espetáculos a serem acompanhados e fica difícil fazer tudo em um só dia. 

O parque funciona das 9h às 18h, por isso é importante que você tente chegar com cerca de meia hora de antecedência para não pegar muita fila na entrada e conseguir logo de cara aproveitar os brinquedos sem fila. 

Atrações

A Madagascar Crazy River Adventure é uma das atrações mais concorridas do parque. Um passeio em botes em um percurso radical com a turma do Madagascar encanta a criançada e também os mais velhos. 

A Fire Whip é a atração mais radical do parque, e a única montanha-russa invertida fixa do Brasil. Com cerca de 700 metros de extensão e 30 metros de altura, o carrinho chega a quase 80 km/h. Tente pegar o primeiro ou o último assento, que são os mais emocionantes. Já a Big Tower é uma torre em queda livre que alcança 120 km/h e dura apenas 3 segundos.  

Shows

O Beto Carrero é reconhecido internacionalmente por seus espetaculares shows. Se você tiver interesse em acompanhar algum deles, procure saber dos horários logo que chegar ao parque e garanta seu lugar! 

O Extreme Show, uma apresentação de pilotos em carros velozes, o Exaclibur, o show mais antigo do parque e que representa um duelo medieval com cavaleiros e o Madagascar Circus Show são alguns dos principais. 

Onde ficar

Se você deseja se hospedar em algum lugar próximo ao parque, a melhor opção é a própria cidade de Penha. Caso não encontre a hospedagem ideal, outras opções são Balneário Camboriú, a 36 km, e Florianópolis. 

Quando ir

A melhor coisa a se fazer para ter uma boa visita ao Beto Carrero é fugir da alta temporada. Isso porque você precisará de muita paciência para conseguir andar em todos os brinquedos desejados, já que as filas estarão bem grandes. Meses como abril, maio, agosto, setembro e outubro podem ser ótimas opções.


Curtiu as dicas? Compartilhe este post com seus amigos e familiares e tenham um roteiro inesquecível na sua viagem! Encontre aqui milhares de casas e apartamentos para aluguel de temporada em Santa Catarina.

Preços para Aluguel de Temporada

Clique e confira o preço médio